WALTER MEDEIROS

walterm.nat@terra.com.br 


07.01.2009

ISRAEL BOMBARDEIA A HUMANIDADE

Uma noite de horror, maior que o horror que Israel vem espalhando há décadas, se abate sobre a Faixa de Gaza. Um horror decorrente de uma reação furiosa, desmedida, covarde e vil. Uma invasão que chamam de guerra, quando de um lado estão os tanques, aviões, foguetes e bombas, lançados indiscriminadamente sobre uma população inteira, atingindo crianças, mulheres e idosos indefesos, que vão morrendo às centenas.

Já houve quem dissesse que Israel tem uma ânsia de destruição, uma sede de sangue, e uma torpe vontade de cometer assassinato em massa. Que dilacera a carne de um povo espoliado e massacrado na terra-mãe milenar. Mas a liberdade de um povo, assim como a sua poesia, dilacerada e bela – diz o poeta - ressurge e escapa da destruição, empunhando um fuzil ou um poema, armas de guerra.

Essa verdadeira tragédia não é apenas uma questão regional. É uma tragédia para o mundo inteiro, porque se trata da pratica de uma injustiça. E essa injustiça é considerada uma ameaça para a paz mundial.

O juiz federal Ali Mazloum e o promotor de justiça Nadim Mazloum definem muito bem juridicamente a situação ao afirmarem em artigo publicado na revista Consultor Jurídico que “Um pretexto é o emprego de uma razão fictícia para dissimular a verdadeira intenção. ‘Nós perseguimos os terroristas do Hamas, que se escondem intencionalmente no seio da população’, disse Ehud Barak, ministro da Defesa de Israel, para justificar a recente (atual) matança...’”

Lembram que “Essa crueldade ocorre no momento em que o mundo comemora os 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos proclamada em 1948 pelas Nações Unidas (ONU). Pouco depois, esse mesmo intrigante organismo internacional veio a promulgar a Convenção para a Prevenção e a Repressão do Crime de Genocídio. Para a ONU, secundando a definição cunhada pelo judeu polaco Raphael Lemkin, genocídio é o assassinato deliberado de pessoas motivado por diferenças étnicas, nacionais, raciais, religiosas e políticas. Pode referir-se igualmente a ações deliberadas com o objetivo da eliminação física de um grupo humano segundo as aludidas categorias.”

Explicam mais que “Pelas Convenções de Genebra e pelo Estatuto de Roma, a utilização de força aérea contra a população civil é crime de guerra. O genocídio é crime contra a humanidade.” E indagam a seguir: “Por que o mundo está indiferente ao assassinato em massa na Palestina? Onde estão os promotores do Tribunal Penal Internacional – TPI – que não promovem os devidos indiciamentos de autoridades israelenses?”.

O mundo precisa perceber que cada bomba lançada por Israel solta estilhaços em toda a humanidade. Da mesma forma que a invasão ilegal do Iraque custou caro a esta mesma humanidade, principalmente àquela nação, que já sofreu cerca de 100.000 baixas, enquanto mais de 4.000 americanos também perderam a vida, segundo dados oficiais. É preciso que cidadãos de todas as nações digam “basta”, para que – no dizer daqueles juristas – “não roubem das crianças palestinas o direito à vida”.

--- 

 

*Walter Medeiros é jornalista e bacharel em Direito em Natal-RN. Autor dos livros “Onde está o atendimento?” Ed. Viena, "Abelardo, o alcoólatra"

( http://paginas.terra.com.br/arte/cordel/ap009Abelardo.htm ) e "Humanização nos Serviços de Saúde", Ed. Minelli, 2008.

 

 

COLUNAS ANTERIORES

UMA SAUDADE A MAIS

CRÔNICAS E OUTROS ARTIGOS

CUIDADO COM AS FLORES

RESSONÂNCIA HUMANIZADA

ESPECIAL: SEU SEBASTIÃO - 92 ANOS DE BELAS HISTÓRIAS

MÉDICOS DE HOJE

ESTUPIDEZ NO SHOPPING DO CARRO

HUMANIZAÇÃO EM LABORATÓRIOS

MAIORIDADE AOS 16

TROTE - SOBRE CALOURADA DA UFRN

IMIGRAÇÃO E COLONIALISMO

DUARTE E SEU JOAQUIM

 ALGO INVISÍVEL NO ATENDIMENTO

EXPLICAÇÕES SOBRE A AUTO-HEMOTERAPIA  

AL-ANON, UM RECURSO A MAIS PARA PROFISSIONAIS

CACHAÇA NO HOSPITAL

O CLIENTE PERDIDO

DESCULPAS INÓCUAS

MEDICINA E ARTE

EVITE O PRIMEIRO ATRITO

NINGUÉM MERECE!

ESTUPIDEZ CONTUMAZ

PSICOLOGIA NO HOSPITAL

HUMOR NO ATENDIMENTO

O VENDEDOR DEZ EM UM

AMIGO TAMBÉM ERRA

GEOGRAFIA DA VENDA

MEDICINA DESUMANA

QUALIDADE NOS SERVIÇOS DE SAÚDE

ATENDIMENTO AOS APRESSADOS

ATITUDES CORRETAS

QUALIDADE PELO TELEFONE

A HIGIENIZAÇAO DO DOENTE

 

TOPO

MENU

INDIQUE SITES

CIDADES DO RN

FALE CONOSCO