HUMANIZAÇÃO E

ATENDIMENTO

Walter Medeiros  walterm.nat@terra.com.br 


21.07.2007

Amigo também erra

--- Walter Medeiros *

A organização de subsídios para uma palestra sobre “Qualidade no Atendimento” a convite da UnP me levou a refletir sobre o respeito que deve ser dispensado ao cliente por todo o pessoal da empresa, no momento da venda. Veio à mente o caso de um conhecido médico bem sucedido e de família abastada, que anualmente troca de carro, o mesmo ocorrendo com sua mulher, também médica, os filhos e uma cunhada. O fato é que ele quem faz as transações com os carros.

Apesar de ser pessoa bem situada, não se trata de figura muito presente na mídia nem conhecida pelo grande público. Sem qualquer “besteira” ele escolhe os dias que mais lhe convêm para ir às lojas com os respectivos carros a negociar. Discrição é outra qualidade sua, tanto que sempre chega com simplicidade, bermuda, camisa simples, sandálias franciscanas. Já chegou a ser esnobado por vendedores que não lhe deram nenhuma atenção, certamente por conta daquela estúpida presunção de que quem tem dinheiro precisa andar sempre super arrumado.

São situações assim que precisam ser observadas pelas pessoas que querem exercer a profissão de vendedor. Tal descaso quase sempre significa perda do cliente, que vai em busca de quem lhe dê atenção e respeite como pessoa, seja qual for o seu traje e a sua aparência. Vendas que não se recuperam e prejudicam os negócios, em tempos como esse em que vivemos, de concorrência acirrada e, se não de escassez de recursos, de multiplicação de negócios, o que provoca as mesmas dificuldades para quem deseja avolumar suas vendas.

Mas aquela reflexão me trouxe outra lembrança, de fato bem recente, da mesma natureza. Uma pessoa próxima estava com um dinheiro de uma indenização disponível para adquirir uma moto zero quilômetro e me pediu ajuda na compra. Providenciei uma pesquisa rápida e próximo do dia em que iríamos cair em campo para fechar o negócio encontrei um amigo que trabalha na área e pedi que me ajudasse, informando preços do veículo que desejávamos, pois daríamos a preferência a ele.

Pois ele marcou para eu lhe telefonar três dias depois, às 15:00 horas. Era como se tivesse algo em vista. Aguardamos e na terça-feira, hora marcada, fiz a ligação:

--- Quero falar com Xis.

--- Aguarde um instante, por favor. (A desavisada deixou o som do telefone para mim e interfonou) Xis, é Walter, você não pode atender não, né?

Claro que não era a primeira vez que passava por algo assim. Mas ele atendeu.

--- Amigo, eu ligo para você em quinze minutos.

--- Certo. Aguardo.

Depois de esperar até o outro dia, resolvemos seguir o rumo oferecido por aquela pesquisa. Fomos à loja que oferecia melhores condições, compramos a moto e nosso colega pagou à vista. E saiu feliz da vida.

O amigo encontrou comigo numa reunião comum, falamos rapidamente sobre assuntos da pauta, mas aquela ligação prometida para quinze minutos ele ainda não fez. A última vez que o vi ele estava bem na foto, em reportagem numa revista que mostrava como estão se desenvolvendo os seus negócios. O danado é que ele tem aquilo que chamam por aí de “lábia de vendedor”. Isso faz parte do nosso ambiente. Há pessoas que dispersam a atenção e acabam levando a profissão aos trancos e barrancos. Talvez não cheguem a atingir a perfeição, mas não deve ser problema. Haja vista aquela máxima tão certa para ele, do cantor Zeca Pagodinho: “Deixa a vida me levar”. Vida, leva ele…

--- 

 

*Walter Medeiros é jornalista e advogado em Natal-RN. Autor dos livros “Onde está o atendimento?” Ed. Viena e "Abelardo, o alcoólatra" ( http://paginas.terra.com.br/arte/cordel/ap009Abelardo.htm ).

 

 

COLUNAS ANTERIORES

MEDICINA DESUMANA

ATENDIMENTO AOS APRESSADOS

QUALIDADE PELO TELEFONE

MAIORIDADE AOS 16 ANOS

ALGO INVISÍVEL NO ATENDIMENTO

AL-ANON, UM RECURSO A MAIS PARA PROFISSIONAIS

O CLIENTE PERDIDO

MEDICINA E ARTE

NINGUÉM MERECE!

PSICOLOGIA NO HOSPITAL

O VENDEDOR DEZ EM UM

GEOGRAFIA DA VENDA

QUALIDADE NOS SERVIÇOS DE SAÚDE

ATITUDES CORRETAS

A HIGIENIZAÇAO DO DOENTE

CRÔNICAS E OUTROS ARTIGOS 

 

TOPO

MENU

INDIQUE SITES

CIDADES DO RN

FALE CONOSCO