Gestos Humanos

gracamedeiros@terra.com.br 


29.05.2009

Um presente para cada filho

--- Graça Medeiros*

 

A leitura do livro “O Vendedor de Sonhos”, de Augusto Cury levou-me a uma reflexão importante sobre a vida, considerando que aquela obra tem um significado muito forte para quem enxerga a Vida além da Fortuna que não levamos ao túmulo. Pois viver é mais que correr atrás de acumular riquezas. Viver é deixar boas e indeléveis Marcas, nem que seja numa só Pessoa! É fazer a diferença! É não passar indiferente, nem despercebido pela Vida - tão passageira - que nem percebemos quando envelhecemos... É, sobretudo, AMAR!

Esta reflexão resultou na decisão de presentear minha filha e meus quatro filhos, cada um com um exemplar do livro, mostrando-lhes que a Vida é obra-prima do Autor de toda a existência – Deus, na minha concepção. Entendo que temos a tarefa de fazer dela o melhor que pudermos. Com nossos erros e acertos, tropeços e sucessos, lágrimas e sorrisos, vamos lapidando-a... Podemos e devemos tirar bom proveito do tempo que dispomos para, ao final, apresentar de volta ao Criador o resultado conseguido com a dádiva que é viver.

Não sei quando cada um terá tempo para fazer a leitura, mas quando decidirem por isso, recomendei que façam introjetando as propostas de “O Vendedor de Sonhos” – de sensibilidade, ética, pureza, simplicidade, conquistas, solidariedade, sorrisos, alegrias, felicidade e Sonhos... Pois valem à pena, apesar de tudo que tiverem de enfrentar pela frente.

Eu, particularmente, procuro plantar a semente da Tolerância, do Bem, da União e do Amor em toda a sua plenitude. Sentimentos e Valores tão escassos em nossos dias...

Espero que cada um deles, em relação aos seus irmãos, não abra mão de ser sempre uma Irmandade em sintonia, respeitando as diferenças e as individualidades de cada um.

Aproveitei para recomendar também que Vivam intensamente! Amem incondicionalmente! Façam o bem! Perdoem! Persigam a Serenidade! Preservem a auto-estima! Irradiem Felicidade! E que seja Família 24 horas de cada dia!

Finalmente, a caneta sentiu a emoção cada vez que dediquei, num oferecimento igual que escrevi no livro de cada um, um beijo grande dessa Mãe que os gerou, pariu e viu crescer, mas guarda a expressão mais pura, linda e inocente da criança que cada um foi – e tem guardadinha ali dentro de si. Amo-os de montão! E espero que façam uma Boa Leitura!

---

*Assistente Social

------------------

ARTIGOS ANTERIORES

ALCOOLISMO, DOENÇA DA FAMÍLIA

TRABALHO EM EQUIPE, CAMINHO PARA A REALIZAÇÃO

 

TOPO

MENU

INDIQUE SITES

CIDADES DO RN

FALE CONOSCO