Artigos Técnicos
E-MAIL 


 

Lazer e cultura - uma alternativa no tratamento do câncer infantil

Andréia Gomes da Silva *

 O tratamento do câncer ocasiona muitas transformações em seus pacientes, em especial nas crianças. Elas mudam de meio ambiente, afastam-se dos familiares - pois normalmente fica apenas uma pessoa da família acompanhando -, de sua casa, seus brinquedos, seus amigos e sua escola, e entram em um novo mundo, o hospitalar.

 Durante o tratamento são muitas as mudanças físicas e emocionais, as dúvidas a respeito da doença e da possibilidade de cura, surgem as inseguranças ocasionando traumas físicos e psicológicos.

 Com o intuito de proporcionar momentos de descontração e aprendizado para crianças e adolescentes atendidos, a Casa de Apoio à Criança com Câncer Durval Paiva criou o Passeio Terapia, um projeto desenvolvido pelo setor pedagógico da Instituição e que existe desde a sua fundação, há dez anos.

O Passeio Terapia visita lugares diversos da cidade, como museus, parques, shoppings, prédios do patrimônio histórico, teatros, escolas, etc. O projeto acontece de forma contextualizada, sendo uma atividade significativa e proveitosa para todos que participam - crianças e adolescentes, seus responsáveis, pais ou mães - em um ambiente que proporcione para eles uma articulação e interação com sua realidade de vida, despertando um novo conhecimento de mundo e interagindo com a diversidade cultural da qual ele faz parte.

Durante o passeio eles se desligam por completo da questão que os afligem tanto, o câncer, e se envolvem  pelo lugar que está a sua volta, integram-se à sociedade, conversando, trocando experiências. Algumas vezes as pessoas que estão no lugar visitado ficam surpresas ao ver como eles estão felizes e ao mesmo tempo estão doentes. Normalmente, as crianças deixam-se, facilmente, levar pela novidade, brincam muito e sorriem bastante, por isso dizemos que o passeio tem uma conotação terapêutica a fim de proporcionar ao paciente um momento de desligamento do mundo no qual está inserido, o hospital. Acontece também uma grande interação entre eles, as crianças e os adolescentes brincam, jogam, conversam e aprendem uns com os outros. Percebe-se que eles compartilham suas experiências de vida e se solidarizam.  A promoção da socialização é evidente no projeto, a troca é constante e muito positiva para todos.

 Os resultados obtidos pelo projeto são muito positivos, sabemos o quanto o câncer é doloroso física e emocionalmente para o paciente e para a família, que se envolve por completo na dor do paciente. Durante a atividade promove-se um reforço dos laços familiares onde eles ficam um bem perto do outro, não apenas no momento da dor, mas do prazer também. O aprendizado, um dos focos do projeto, ocorre de forma natural, pois, a partir da vivência no passeio, eles constroem seus conceitos.

 O Passeio Terapia consegue proporcionar a essas crianças e adolescentes uma inserção social durante o tratamento de câncer, afastando-os do ambiente hospitalar, proporcionando a elas uma melhor qualidade de vida.

* Pedagoga CACC Durval Paiva

 

--- 

ARTIGOS ANTERIORES

PRECISAMOS REAGIR

ESBOÇOS

DEVEMOS ACREDITAR EM CONTO DE FADA

 

Marketing - Marketing na Internet, eBook Marketing, Email Marketing, Marketing Sites de Busca, Marketing Viral.

TOPO

MENU

INDIQUE SITES

CIDADES DO RN

FALE CONOSCO